Acaba por ouvir aquilo que não quer, né @danilogentili ?! Saiba porque sua carta à Folha não passa de uma grande falácia.

Eu sempre disse que essa história de humorista querendo se confundir com jornalista ia dar farofa, não disse?! Pois bem. Eis que ontem, dia 12 de agosto o humorista {{?!}} Danilo Gentili teve uma carta publicada na Folha de São Paulo, sobre a tal censura ao humor.

Danilo diz entre outras coisas {{não acredite em mim}}:

O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) está preocupado, pois entendeu que satirizar um candidato na TV gera desigualdade no processo eleitoral.

Ele passa toda sua carta em cima de uma crítica feita ao TSE. O nobre leitor e a sábia leitora estão cansados de saber porque isso é besteira, mas eu relembro aos esquecidos.

Conforme vimos em nosso tutorial “Entenda a política” o judiciário apenas faz cumprir as leis, ou seja, julga para saber se o cidadão cumpriu ou não as leis feitas pelos poderes Executivo e Legislativo. E não, não é preciso ser nenhum estudante de Ciências Sociais para saber disso, basta ver na Wikipédia {{ok, peguei pesado}}.

Ele solta ainda uma série de barbaridades, para justificar seus argumentos chega a dizer que:
Aristófanes, pai da comédia antiga, exercia abertamente sua função de fazer o público rir, criticando instituições políticas e seus representantes. Se fosse brasileiro, hoje, Aristófanes não poderia realizar seu ofício. A visão democrática do TSE está mais atrasada que a da Grécia de 400 a.C.
Bem, Danilo, como eu estudei de verdade esse carinha aí devo esclarecer que:
His second play, The Babylonians (now lost), was denounced by the demagogue Cleon as a slander against the Athenian polis.

Como se isso não fosse o bastante, a nota do TSE lembra ao nem tão querido Gentili que a tal resolução foi criada em: 

O artigo 45 da Lei das Eleições (9.504) tem vigência desde 1º de outubro de 1997. Portanto, seis eleições já foram realizadas sob a égide deste dispositivo, que se aplica a qualquer programa de televisão e rádio, não apenas aos humorísticos.

Minha opinião sobre esta carta?! Ela é a própria prova do porque Danilo não deve falar de política!


E eis que me bate a dúvida: Por quê a Folha publicou essa carta? Ah, é a Folha…
Compatilhar
Share
É curioso o bastante para falar sobre qualquer assunto e inteligente o bastante para saber que quase sempre estará errado.