É o sujo falando do mal lavado…

    O deputado federal Anthony Garotinho (PR-RJ) diz que, após o Carnaval, vai propor uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito), em Brasília, para investigar a CBF. Ele afirma ser necessário “moralizar o futebol”.
A informação é da coluna Painel FC, assinada por Bernardo Itri e Eduardo Ohata e publicada na edição desta sexta-feira na Folha.
   A confederação já foi alvo de investigação no Congresso. No início da década passada, a presidente da entidade, Ricardo Teixeira, teve que enfrentar duas CPIs, sofreu problemas cardíacos por causa da pressão e quase deixou o cargo no auge das apurações.
   Após a derrota da seleção brasileira na Copa-1998, deputados usaram as exigências feitas pela fornecedora de material esportivo Nike como argumento para abrir CPI na Câmara –que só decolou, porém, após novo fiasco, o de Sydney-2000.
   O trabalho não teve relatório votado, mas foi a base para outra CPI, no Senado. Por unanimidade, foi aprovado o relatório do senador Geraldo Althoff, que acusava Teixeira de crimes fiscais, apropriação indébita e evasão.
   Em dezembro de 2010, o cartola conseguiu trancar a última ação movida pelo Ministério Público Federal baseada na CPI.

{{não acredite em mim – folha}} 
Compatilhar
Share
É curioso o bastante para falar sobre qualquer assunto e inteligente o bastante para saber que quase sempre estará errado.
  • Eu, com minha mascarazinha de colombina, vou aguardar…