Se a moda pega eu viro fugitivo…


Blogueiro é condenado a três anos de prisão no Egito

O Ministério da Justiça assegurou que não houve avanços nas investigações de casos de corrupção cometidos por funcionários fieis ao antigo regime e anunciou a prisão por 15 dias de Safwat el-Sherifk, o secretário-geral do partido no poder e que foi um dos homens mais poderosos do país.CAIRO – Um tribunal militar egípcio condenou o escritor de um blog a três anos de prisão por insultar as forças armadas, em uma condenação que aumenta o tremor dos ativistas de que o Exército se oponha a uma maior liberdade de expressão e a uma reforma política, anunciaram nesta terça-feira autoridades militares egípcias.

A corte militar emitiu no domingo a sentença contra Maikel Nabil Sanad, de 26 anos, que registrou os abusos de poder das forças militares em seu blog e as acusou de seguir sendo leais ao derrubado presidente Hosni Mubarak.
A sentença foi aprovada sem a presença dos advogados de defesa, de acordo com um comunicado emitido por sete grupos de direitos humanos com sede no Cairo.
Este foi o primeiro julgamento contra um blogueiro por parte dos governantes militares do Egigo, que tomaram o controle do país depois que o presidente Hosni Mubarak foi derrubado pelos manifestantes contra seu governo em 11 de fevereiro após uma 18 dias de uma revolta popular.
Vários advogados consideram que a sentença traz consigo sérias implicações sobre a liberdade de expressão no Egito depois da era de Mubarak e poderia ser um precedente para todos aqueles que busquem denunciar más ações ou abusos das forças militares.

{{não acredite em mim – O Globo}}