Primeiro aos fatos.

Depois de encerrado parte dos julgamentos da ação AP 470 {{parte, porque ainda faltam os embargos}} e da prisão dos petistas envolvidos no julgamento, saíram as multas que deveriam ser pagas por eles.

Diante dos altos valores das multas, Genoíno {{pioneiro até nisso}} resolveu, ou melhor, sua família resolveu criar um site para doações dos militantes, de forma a contribuir para o pagamento das multas.

A coisa deu tão certo que o valor integral da multa foi arrecadado. Mais, inclusive, o valor foi superado. Logo depois foi a vez de Delúbio Soares.Para surpresa geral da nação, o valor arrecadado por ele foi mais que o dobro do valor devido.

A saber: a multa de Genoíno foi inicialmente estipulada em quase 500 mil reais. Depois passou a 600 e poucos mil reais. A de Delúbio foi estipulada em 400 e poucos mil reais. A de Zé Dirceu em 980 mil, aproximadamente.

dirceu-genoino-pf

Diante disso, uma parte das pessoas se revoltou com o fato. Houve quem dissesse que aquilo é uma afronta, houve quem dissesse que era um escárnio {{quanta palavra bunita, hein seu moço?}}, houve quem achasse que deveria ser doado para alguma ONG ou para algum projeto de caridade.

Depois disso, Joaquim Barbosa, relator controverso da AP 470 {{porque controverso, seu petralha safado? Por conta disso: Aqui, disso aqui, isso aqui, enfim, por um monte de coisas…}}, foi fazer uma visitinha ao Congresso Nacional, aquele que ele mesmo criticou outro dia…

jb{{não acredite em mim – O Globo}}

Pois bem, eis que na visitinha…

14034489

André Vargas, deputado estadual do PT, aprontou essa.

Análise

Nosso amigo Josias {{da borboleta falida, que governa o país há 12 anos, com perspectivas de mais 4…}}, continua como sempre um bom oráculo {{no artigo linkado acima ele diz: “Seguindo as pegadas de outros suicidas da política, o PT viu-se enredado numa crise de auto-estima.” – ter baixa auto-estima ganhando todas as eleições majoritárias ?!}}. Diz ele:

prova

{{não acredite em mimBlog do Oráculo, digo, Josias}}

Chega a ser engraçado a empáfia com que escreve nosso oráculo {{mas tudo bem, afinal ele é um oráculo}}, ele, em todo seu tom professoral, diz que o PT deveria ter aprendido algo com a AP 470.

Aprender o quê, cara pálida? Se estamos falando em votos, bem, a lição quem precisa aprender é a oposição. Desde que o chamado ‘mensalão’ apareceu na mídia {{e nunca mais saiu}} o PT ganhou 2 eleições presidenciais, aumentou o número de cadeiras nos congressos e de prefeituras e conquistou inclusive a prefeitura de São Paulo, maior reduto tucano do país. Em tese, o maior beneficiário do escândalo vir à tona seria o PSDB.

Mas o PSDB continua perdendo cada vez mais espaço. Boa parte de seu quadro migrou para o PSD, continuam sem capacidade de renovação de quadros {{basta ver os nomes que estarão nas próximas eleições: Aécio Neves, Alckmin, Andrea Matarazzo, etc.}}, perdendo seguidas eleições. Chegaram até mesmo a perder a liderança da oposição. Hoje, pertence a Campos e Blablarina Silva.

Quem precisa aprender, afinal ?

A questão é que se afastou das bases, esta é a lição a ser apreendida? Ué, então como explicar as doações aos petistas? Como explicar um acampamento de solidariedade aos presos ? Como explicar isso:

filie-se

{{não acredite em mim – Portal Terra}}

Respeitar a decisão do STF não é concordar com ela. Respeitar a decisão do STF é se entregar, como fizeram quase todos os petistas {{exceção ao Pizzolatto, que não respeitou, fugiu à Itália e está de lá, tentando provar sua inocência}}. Respeitar a decisão do STF é, ao invés de dar um calote na multa recebida, fazer o pagamento dela.

Recorrer à militância é da instância democrática. O sujeito tem uma história, tem pessoas que acreditam em sua história e que por um motivo ou por outro, resolveram ajudar no pagamento das multas. É uma resposta histórica ao que o próprio partido chamou de julgamento de exceção.

O que não é democrático é exigir que o partido concorde com tudo o que foi feito. Sem entrar no mérito da justiça, o partido acatou a decisão, mas se deu ao direito de discordar delas. Como um partido não é representante de si mesmo, os militantes deste partido, que concordaram com isso, fizeram suas doações.

É dinheiro privado e pessoal, sendo destinado a uma causa. Há quem prefira destinar o seu dinheiro a instituições evangélicas. Há quem prefira doar seu dinheiro à igreja católica. Há quem prefira doar seu dinheiro a clubes de futebol para contratação de jogadores. Eu, como discordo destas doações todas, não dou o meu dinheiro. Mas quem concorda, tem todo direito de doar o que é seu.

socrates03

A questão do braço erguido

É um gesto de luta e resistência. Foi utilizado em diversas situações, por diversas causas. Já foi utilizado pelos Pantera Negras, como na histórica foto das Olimpíadas:

olimpiadas 1968 panteras negras

Já foi utilizado por jogadores de futebol e por estudantes à época da ditadura. É, enfim, um gesto de repúdio, um gesto que demonstra discordância.

Ah, mas isso é causar constrangimento no presidente de 1 dos três poderes!

É verdade. E é justo. Afinal, Barbosa afirmou que todos os partidos do Brasil são de mentirinha, como vimos. Quer constrangimento maior ? Se os deputados tivessem vergonha na cara, todos eles independente de partido, teriam dado uma resposta formal e contundente à afirmação.

Vivemos numa democracia, é bom lembrar. O direito à opinião discordante é inalienável. O único tipo de governo no qual as pessoas {{e partidos}} são obrigados a concordar com tudo, é o governo ditatorial. E nem nele as pessoas obedecem.

Ainda bem.