No dia 12 de novembro, foi lançado, pela Novas Edições Acadêmicas, o livro “Movimento estudantil e ensino superior no Brasil: A reforma universitária no centro da luta política dos estudantes nos anos 60, da jornalista e pesquisadora Flávia de Angelis Santana.

A obra evidencia o papel destacado que o movimento estudantil teve no debate e na formulação de modelos para o ensino superior brasileiro ao longo da década de 1960. Nesse sentido, demonstra que a reforma universitária não só nasceu nos meios estudantis como foi a luta prioritária dos jovens durante os anos 60, mesmo diante da repressão que os estudantes sofreram a partir do golpe civil-militar ocorrido em 1964.

Finalmente, o livro mostra – com base na documentação produzida pela União Nacional dos Estudantes e outras importantes entidades estudantis do período – que o movimento estudantil lutou por uma reforma universitária que fosse parte de uma reformulação de toda a sociedade brasileira, a partir da articulação de suas ações no campo político e educacional.

A editora é alemã e tem como foco o mercado europeu e norte-americano, mas o livro também está disponível online, para todos os países, pelo link: https://www.morebooks.de/pt/p_978-3-8417-0920-2. O lançamento no Brasil está previsto para 2016.