Em matéria a respeito das gafes de candidatos ou ex-candidatos à presidência no Brasil. Veja como a matéria foi imparcial…

Ao final deste post irão gritar e espernear que o blog é petista, que o blog é parcial etc etc etc. Para você que já sabe que vai achar isso, por favor, vá direto aos comentários me xingar, ler, afinal, é inútil.

Aos demais meu muito obrigado.

A matéria do portal uol {{não acredite em mim}} fala das gafes cometidas pelos candidatos e ex-candidatos no Brasil. Utiliza para isso um paralelo com Gordon Brown que recentemente foi pego xingando uma cidadã que discutia com ele sobre política durante um destes passeios para angariar votos:

http://www.youtube.com/watch?v=TbhPWAMx2y0

Uma reação perfeitamente aceitável para qualquer candidato, afinal, você viaja e tem um baita trabalho para sair, é exposto a todo tipo de xingamento e, em raras oportunidades {{como este caso particular}}, argumentações contrárias mas bem fundadas. Quando termina e entra em seu carro é justo que o candidato possa resmungar um pouco. Mas no caso dele o microfone estava ligado.

Mas dizia eu a respeito da matéria do Uol. Ela relata casos de gafe de: Lula, Ciro, Serra e Marta Suplicy.

Fosse imparcial e a matéria encontraria gafes em igual número. Uma de Lula, uma de Ciro, uma de Serra, uma de Marta e uma de Kassab.

Difícil né?

E não se apresse em dizer que o Kassab não teve gafes porque eu mesmo já relembro algumas:

 

  • Disse que era uma comédia as pessoas que estavam em motel próximo à cratera do metrô {{não acredite em mim}}
  • Expulsou na base do empurrão e gritos de ‘vagabundo’ um cidadão que era contrário ao {{perfeito}} sistema de saúde da cidade {{não acredite em mim}}

Aos que poderiam argumentar que a gafe do prefeito não foi enquanto ele era candidato, veja nesta matéria do próprio partido do gentleman como ela influenciou sim nas eleições. {{não acredite em mim}}{{vá em “Avaliação”}}.

Mas este não é o principal motivo para que eu escreva o post. O que realmente me intrigou foi que há vídeos de Lula, Gordon e Marta.

A gafe de Serra é apenas citada, bem como a de Ciro e Kassab é ignorado. Em época de eleição não seria melhor ser imparcial? Lembro de um ditado que se aplica bem à imprensa.

À mulher de César não basta ser honesta. Tem de parecer honesta
Compatilhar
Share
É curioso o bastante para falar sobre qualquer assunto e inteligente o bastante para saber que quase sempre estará errado.