A mulher da massa cheirosa tucana, Eliane Catanhêde, sentiu o golpe do 2º Encontro Nacional de Blogueiros Progressistas {{saiba como foi}} e, ressentida que está, resolveu escrever sobre a “importância da imprenÇa”{{não acredite em mim}}…

Entre outras coisas Catanhêde mostra-se ressentida com a importância dada a nós blogueiros politizados {{há quem diga progressistas, mas eu prefiro e vou usar politizados}}. Diz a defensora ingênua:

Quem descobriu que o poderoso Palocci havia multiplicado seu patrimônio por 20 em quatro anos e acabara de comprar um apartamento pela bagatela de R$ 6,6 milhões foi a imprensa: os repórteres Andreza Matais e José Ernesto Credendio, da Folha.

{{não acredite em mim}}

Imagem roubada do Esquerdopata {link url="http://esquerdopata.blogspot.com/2010/09/eliane-cantanhede-tiririca-da-oposicao.html" target="_blank" rel="nofollow"} não acredite em mim {/link}

A colunista esquece ou finge esquecer que Palocci não cometeu nenhum crime. Finge não saber que, ao contrário de Palocci {{comentei o caso aqui}} ela não é apenas imoral. O que o veículo dela fez, por diversas vezes é crime mesmo. As informações sobre as finanças palocianas foram conseguidas de forma ilegal. Se o jornal não roubou ele mesmo essas informações deu apoio a quem o fez {{Aquassab já disse que não foi ele…mas, não acredite nele também}}.

Como se isso fosse pouco a grande arauta da boa verdade {{também conhecida como ImprenÇa}} simplesmente apagou o caso de suas páginas no segundo em que o ministro caiu. Sabe como é, indignação seletiva.
Mas a infeliz continua:

É por isso que Lula se encontra com os tais “blogueiros independentes” (sic, porque muitos são, mas nem todos…) e desanda a falar em controle da imprensa. Nem se tocou aqui em mensalão…

O grifo, obviamente, é meu. Os tais blogueiros chapa branca, ao final do encontro, escreveram uma carta de intenções e conclusão do que foi o 2º Encontro Nacional de Blogueiros Progressistas {{não acredite em mim}}:

Nosso movimento exige a divulgação imediata desse documento, para que ele possa ser apreciado e debatido pela sociedade. Defendemos,entre outros pontos,  que esse marco regulatório contemple o fim da propriedade cruzada dos meios de comunicação privados no Brasil.

Nossa massa não é cheirosa. Verdadeiramente é uma massa suja E faz questão de sê-lo. E quem achou que eu forcei a barra ao dizer que pautamos a folha {{Pautamos a folha!!}} agora tem certeza de que foi isso mesmo.

Catanhêde sentiu o golpe. Sigamos com nossa luta por um mundo mais democrático no que tange às informações.

Inscreva-se em nossa Newsletter

Inscreva-se em nossa Newsletter

Não perca nenhum conteúdo. Não se preocupe, seu e-mail não será repassado a ninguém.

Obrigado, sua inscrição foi feita!

Compartilhar

Compartilhe esse artigo!