Você certamente ouviu falar nos últimos dias sobre a Terceirização, Precarização e/ ou sobre o PL 4330, que trata destes temas. Antes de sair destilando seu ódio contra o PL ou contra quem o apoia, que tal entender do que se trata a questão?

Terceirização, se você ainda não sabe, é aquela forma de contratação onde uma empresa cede funcionários a outra. É tipo um Peer-to-Peer do mercado de trabalho {{só que no caso, você é quem é o objeto de download}}. Ok, talvez esteja ficando mais confuso do que menos…

Ah, é assim: manja quando tu vai naquele prédio chiquetoso daquele teu primo rico ? Manja que os porteiros não são contratados do prédio, são contratados de uma empresa ? É isso.

Então, a primeira pergunta que você precisa fazer é: Por que belzebus a empresa prefere contratar outra empresa ao invés de contratar diretamente o trabalhador ?

Então resolvi malandramente, dar uma olhada no que dizem os empresários, sobre porquê terceirizar um serviço… E olha que coisa bonita eu descobri:

Interessante… Reduz custos… Mas… Que custos ? Basta ler a notícia…

terceirizaruol

Contratar um funcionário para cuidar do financeiro da agência custaria quase o dobro do que é gasto com a terceirização.

{{Não acredite em mim - Consultor Jurídico}}

{{Não acredite em mim – Consultor Jurídico}}

E como, seu Consultor Jurídico?

Dentre as inúmeras vantagens, a terceirização do processo de terceirização e seleção reduz custos de contratação, uma vez que a empresa contratante não necessita manter uma estrutura permanente para a sua realização.

Uai, mas o funcionário não vai executar a mesma função ? Por que custa menos? Isso ficou palpitando na cabeça…  Então fiz o que todo mundo devia fazer, procurei saber de onde raios veio a ideia de terceirizar… Quem foi o grande gênio ?

{{Não acredite em mim - Dieese}}

{{Não acredite em mim – Dieese, PDF}}

Puxa vida, mas é assim tão óbvio? As empresas estavam com problemas e para não reduzir o lucro inventaram uma forma de reduzir custos… Mas… Sei lá, me chamem de Marckissista {{não escrevi errado, é uma palavra nova, que faz a junção de Marx com Mark, o Zuca, do Facebook. Significa, basicamente, marxista de facebook}}, mas a conclusão óbvia é que o trabalhador vai tomar na tarraqueta, não?!

Então vejamos se os dados confirmam a tese:

{{Não acredite em mim - Nove Motivos para você se preocupar com a nova lei da terceirização}}

{{Não acredite em mim – Nove Motivos para você se preocupar com a nova lei da terceirização}}

É, sou um Markissista convicto agora. E digo mais. Essa informação aí de cima você já leu mil vezes em 800 outros blogs… Mas a questão vai mais além. Quando a CUT diz “Terceirização é Precarização” ela está, basicamente, dizendo que as condições de trabalho serão mais precárias. Isso não se reflete só no salário.

O tempo de permanência no emprego, quando você é terceirizado é menor. Não sou eu quem diz, é o Valor Econômico {{não acredite em mim}}. Segundo o jornal, voltado ao mercado financeiro {{ou melhor dizendo, agora que me assumi, voltado ao patrão}}: “Em média, terceirizado não fica dois anos em empresa, aponta pesquisa”. Dois anos. Dois anos, canalhinhas, não dá nem para descobrir o melhor boteco para tomar umas na sexta-feira criar vínculos com o local…

E, veja bem, eu estou falando da melhor parte da terceirização. Há coisas piores… O Dieese, no mesmo PDF que citei acima, conta da situação americana, onde a terceirização não é feita no próprio país, mas em países onde as leis trabalhistas são mais sacanas flexíveis…

Diz o texto:

O IEEE – Institute of Electrical and Electron ics Eng ineers (Instituto d e Engenheiros Elétricos e Eletrônicos), entidade pública americana com mais de 30 anos de existência e mais de 225 mil trabalhadores membros, declarou que a transferência de empregos dos Estados Unidos, principalmente para a Índia e a China tem levado a índices de desemprego nunca vistos entre esses profissionais.

É, parece complexo, mas não é. É tão simples que você certamente já viu os Simpsons explicando a questão. Em todo o caso {{vai que você foi abdusido nos últimos dias, não é?!}} segue o vídeo para apreciação:

Já está claro por que você não deveria apoiar a terceirização ? Então aguarde o próximo post sobre o tema. O tutorial será a respeito do PL 4330 e porque ele vai ampliar isso até o seu emprego {{seja ele qual for}}.

Compatilhar
Share

É curioso o bastante para falar sobre qualquer assunto e inteligente o bastante para saber que quase sempre estará errado.

  • Maravilha de matéria, gostei muito!

  • o/ pois é…
    ah os liberais… eu gosto das teorias, mas as pessoas são crentes DEMAIS… os crentes de Bastiat são tão crentes quantos os de marx… lados da mesma moeda, e o argumento de ambos os lados de que “é o melhor que temos por enquanto” é quase assassino de tão conformista.

    diante dessas grandes questões humanas, é sempre bom consultar os simpsons, uma fonte sábia de sabedoria em forma do mais cruel sarcasmo 😀