Ministro da Saúde que acha que Constituição tem direitos demais; Itamaraty que concede passaporte diplomático a pastor da Assembleia de Deus; MEC propondo cobrança em universidades públicas; uma pequena amostra do que o governo Temer propõe ao país.

 

Quando este blog falou do – então possível – governo Temer e de sua Ponte para o Futuro, boa parte dos leitores chamaram de terrorismo. Mas nada como o tempo, para provar que o que foi chamado de terrorismo, era, na realidade, eufemismo.

O governo Temer tem se especializado em montar ministérios ruins. Por exemplo, na educação temos Mendonça Filho, do DEM. Em sua biografia consta denúncias na operação Castelo de Areia, quando 4 pessoas diferentes citaram seu nome como recebedor de propinas em forma de doação para campanha {{lembra alguém?}}, valor que chegou a 100 mil reais. É herdeiro do agronegócio, NUNCA trabalhou com educação antes. A Cultura, ministério extinto por Temer, também está sob seu comando.

Em tempo: Renan Calheiros tem pressionado pela volta do MinC e seu provável ministro seria João Batista, cineasta do ótimo “Homem que virou Suco”, filme sobre a ditadura.

Governo Temer

Na saúde, Ricardo Barros, outro nome do agronegócio no governo Temer. Esse ainda mais espetaculoso, já chegou dizendo que o SUS precisa diminuir {{não acredite em mim – folha}} – coisa que diante da repercussão desmentiu no dia seguinte à entrevista – mas foi além: soltou a bonita pérola:

A Constituição cidadã, quando o Sarney sancionou, o que ele falou? Que o Brasil iria ficar ingovernável. Por quê? Porque só tem direitos lá, não tem deveres. Nós não vamos conseguir sustentar o nível de direitos que a Constituição determina.

Não é preciso lembrar quem pagou a campanha desse senhor, é? Bem, na dúvida, saiba você que a maior doação de pessoa física ao ministro, veio do presidente de um grupo de planos de saúde {{100 mil reais}}. Outros 2 milhões vieram, olha só, de empresas delatadas na Lava Jato.

Sobre o aborto? “Bem, é como o crack”, responde o Jeniu ministro. E diz que vai discutir o tema com… a mulheres? NÃO. Com as IGREJAS, claro.

{{não acredite em mim - UOL - grifos por conta do blog}}

{{não acredite em mim – UOL – grifos por conta do blog}}

E você acha que é pouco? Então vamos de José Erra {{mudou?}} :

O ministro do planejamento, Romero Jucá {{PMDB – RR}}, está na lista. Do Janot.

{{não acredite em mim - Estadão}}

{{não acredite em mim – Estadão}}

Na justiça, o PCC. Digo, ex-advogado do PCC {{ não acredite em mim – Extra}}.  O coleguinha Careca de Moraes, amigo íntimo de Temer, amigo de Cunha, amigo dos Carecas do ABC amigo dos blindados israelenses {{contra o MPL, apenas.}}, amigo dos Mafiosos da Merenda, enfim amigão de uma turminha do barulho.

Governo Temer - justiça

Note que ele disse que não advogava mais, não que não gostava de advogar pro PCC. Mas, enfim, deixa isso quieto que o Carecão é hómi brabo. Exceto, claro, quando o assunto são os… Ah, chá pra lá.

No Ministério das Cidades, Bruno Araújo {{PSDB – PE}}, outro que recebeu dinheiro de empreiteiras da Lava Jato,  informante americano, segundo o Wikileaks {{(C) Dep. Bruno Araújo (PSDB-Pernambuco) expressed confidence in his party’s ability to weather the Arruda scandal, and even saw the benefit in PSDB gaining at DEM expense – ou em bom português: O deputado Bruno Araújo (PSDB-PE) manifestou confiança na capacidade do seu partido para enfrentar o escândalo de Arruda e ainda viu os benefícios para o PSDB às expensas do DEM – não acredite em mim – Wikileaks}}. Qual sua primeira ação como ministro?

{{não acredite em mim - Gazeta Online}}

{{não acredite em mim – Gazeta Online}}

O ministério que tem 7 investigados da Lava Jato {{ e a Dilma querendo por só 1 que nem era investigado oficialmente ainda… }}, zero mulheres, zero negros e zero legitimidade. É esse o retrato do desgoverno interino e farsante.

Seu líder na Câmara dos Deputados?

lider do governo Temer

Que já propôs o fim do SUS – e voltou atrás -, que já afirmou que tá belezinha Universidade Pública cobrar mensalidade {{não acredite em mim – UOL}}, que já afirmou que vai criar a CPMF – e voltou atrás -, que vai discutir aborto com as igrejas. Bem-vindos ao governo Temer. O inferno é aqui.

{{Governo Temer, Dante não faria inferno melhor}}

{{Governo Temer, Dante não faria inferno melhor}}

Compatilhar
Share

É curioso o bastante para falar sobre qualquer assunto e inteligente o bastante para saber que quase sempre estará errado.

  • E todo dia temos uma nomeação de alguém ligado a Eduardo Cunha. Porque, né, tá pouco…