João Dória Jr anunciou seu secretariado. E como não poderia deixar de ser, este blog resolveu investigar a facção governo-empresarial deste novo prefeito-gestor, que não é político apesar de ser filho de deputado, ter disputado prévias em seu partido {{ganhou acusado de compra de votos…}} e disputado com enorme sucesso a prefeitura de São Paulo.

A lista é longa e bem bacana, vale a pena ser vista.

  • Julio Semeghini – Secretário de Governo

Júlio, ou Julinho como eu prefiro chamar, é um velho conhecido do equivalente ao Ministério Público Suíço. Esteve envolvido no caso Alstom {{ou Trensalão, como preferir}}.

 

{{não acredite em mim - Carta Capital}}

{{não acredite em mim – Carta Capital}}

{{não acredite em mim - Congresso em Foco}}

{{não acredite em mim – Congresso em Foco}}

Coisa pouca, o escândalo girou em torno de 1 bilhão, só…

  • Bruno Covas – Vice-Prefeito e Secretário das Prefeituras Regionais

É o ser humaninho que ficará responsável por supervisionar as subprefeituras. Levando a ideia de acabar com a secretaria de serviços, ele ficaria também responsável por supervisionar as compras realizadas pelas subprefeituras. E é bom saber que estamos em boas mãos, não é mesmo?

{{não acredite em mim - Rede Brasil Atual}}

{{não acredite em mim – Rede Brasil Atual}}

Com um senhor como esse cuidando das licitações a gente se sente até mais leve… Pelo menos no bolso.

  • Cid Torquato – Secretário da Pessoa com Deficiência

Cid passou por uma tragédia em sua vida pessoal, na qual acabou tetraplégico. Sobre isso não comentaremos, afinal de contas, a vida pessoal e, especificamente as tragédias pessoais de cada um, devem sempre ser respeitadas.

O fato só está sendo mencionado porque foi depois desse acidente que ele começou a militar, por assim dizer {{espero que não ofenda, militar é excessivamente político?}}, na causa. Era comentarista da rádio CBN e um incentivador do empreendedorismo.

Na verdade ele pensa que o empreendedorismo deve ser ensinado às crianças, na escola. Não sei bem o que o pessoal do “Escola Sem Partido” vai pensar dele…

  • Wilson Pollara – Secretário da Saúde

O secretário de saúde era adjunto de David Uípe, médico tucano renomado e, até onde este blog conhece, muito sério. O problema é que as amizades de Wilson não ajudam… Os sócios então…

{{não acredite em mim - Rede Brasil Atual}}

{{não acredite em mim – Rede Brasil Atual}}

{{não acredite em mim - Wilson Polara}}

{{não acredite em mim – Wilson Polara}}

Agora sim, o SUS vai decolar!

  • Anderson Pomini – Secretário de Assuntos Jurídicos

Chega a dar uma dózinha do Anderson, tadico. Esse aí vai ter trabalho… Nada com o que ele já não esteja acostumado, afinal de contas, a sua especialidade é bastante útil e peculiar. Já conheceu o moço? Não??  Então conheça:

{{não acredite em mim - Conjur}}

{{não acredite em mim – Conjur}}

Conheça a Ficha Corrida do Secretariado de João Dória

{{não acredite em mim – folha de São Paulo}}

  • Fabio Santos – Secretário de Comunicação

Nesta área não tem muito como piorar, a verdade é essa. O Haddad já tinha um Secretário INACREDITÁVEL mesmo… Fabio Santos, ao contrário do ex-jogador do Curíntia, que um dia já foi do São Paulo e hoje está no Atlético Mineiro, não é careca e não manja muito de futebol. Mas era vice-presidente do grupo CDN, de comunicação. Isso significa que ele já trabalhava pros tucanos há algum tempo…

Entre os clientes dele estão: Sabesp {{leia este artigo sobre a SABESP e sua eficiência}}, TripAdvisor {{leia abaixo sobre o estimado secretário de Assuntos Internacionais}}, Governo do Estado de Minas Gerais, Odebrecht… Só gente boa {{não acredite em mim – CDN}}.

  • Soninha Francine – Secretária de Desenvolvimento Social

Essa é um caso à parte. É velha conhecida deste bloguinho {{ria com este artigo, chore com este outro}}. Recentemente deu uma entrevista afirmando que fará coisas… Sem ter perguntado antes ao Gestor-Prefeito-Eleito o que ele pensava… O nível de planejamento é realmente espetacular…

{{não acredite em mim - folha}}

{{não acredite em mim – folha}}

 

O bom é que a moça tem bastante experiência administrativa. Outro dia cuidava de artesanatos e a gente vê que deu tudo certo…

{{não acredite em mim - Carta Maior}}

{{não acredite em mim – Carta Maior}}

 

Ok, talvez nem tudo tenha dado certo. Mas é um nome que agrada.

{{não acredite em mim - argh, Reinaldo Azevedo}}

{{não acredite em mim – argh, Reinaldo Azevedo}}

 

  • Heloísa Proença – Secretária de Desenvolvimento Urbano

Com a ficha limpíssima, exceto por um episódio quando foi secretária de planejamento de Celso Pitta, não há nada que atente contra a honra dela.

Conheça a Ficha Corrida dos secretários de João Dória Jr

  • Wilson Poit – Secretário de Desestatização e Parcerias

Ele será o secretário do Balcão de Esquemas {{estou seguindo as definições de Sérgio Moro, segundo as quais “esquema” não necessariamente refere-se a algo ilegal}}. Mas nisso ele é bom, verdade seja dita…

{{não acredite em mim - Exame}}

{{não acredite em mim – Exame}}

 

A “sorte” da GE ter desistido do negócio não deve ter tido nada a ver com a “sorte” da GE em ganhar a licitação. E o Haddad tem a pachorra de achar que não ganhou por culpa do PT… Então tá.

  • Caio Megale – Secretário da Fazenda {{antiga secretaria de finanças}}

Caio é economista do banco Itaú. Nada melhor que um banqueiro para cuidar das finanças do município, não é mesmo? Quer dizer, ah, se é banqueiro deve ser bom. Nunca vi banco deixar de se preocupar com a sociedade… Veja como fica claro neste artigo publicado por ele no Valor {{não acredite em mim}}:

Conheça o Secretariado de João Dória Júnior

São exemplos de vinculações: gasto com saúde; educação; salário mínimo. Aí, né? Bora buscar lucro!

  • Julio Serson – Secretário de Relações Internacionais

Julio Serson é famoso por ser dono de uma rede hoteleira {{e nós não vamos pagar nada, na na na ná, é tudo free, vamos embora dar lugar, pros gringo entrar… que esse imóvel tá pra alugaaaaaaaaaar – desculpem-me a música me veio à cabeça com tantos secretários do Dória…}}. Começou, como todo ser humano que começa de baixo, administrando a rede hoteleira que era de seu pai, o que já demonstra como a meritocracia é mesmo um diferencial no RH da {{agora}} empresa “Prefeitura Municipal de São Paulo”.

Tem uma visão de mundo bastante singular. No “bate-bola jogo rápido” quando alguém pergunta: um ídolo?

{{não acredite em mim - Estadão}}

{{não acredite em mim – Estadão}}

Eu ia até comentar… Mas aí o Estadão colocou essa foto aí do moço… E eu achei por bem ficar calado.

  • Daniel Annemberg – Secretário de Tecnologia e Inovação

Esse é bom de inovar. O problema mesmo é com a parte da “tecnologia”. Quando foi diretor-presidente do Detran, em 2013, enviou um e-mail que acabou vazando. Ele exigia à Procuradoria-Geral do Estado {{PGE}} que afastasse uma procuradora que não era parceira.

A função da PGE é justamente fiscalizar os órgãos estaduais. Daí a inovação… Ele queria uma fiscalização mais parceira. Nada que indique qualquer problema com sua conduta, claro.

{{não acredite em mim - Estadão}}

{{não acredite em mim – Estadão}}

 

 

Final da parte 1. Confira a parte 2.

Compatilhar
Share

É curioso o bastante para falar sobre qualquer assunto e inteligente o bastante para saber que quase sempre estará errado.