Falha de São Paulo

Doria criticou pesquisa do instituto de Datafolha, pertencente ao Grupo Folha, porque o resultado quanto à aprovação de seu governo não foi a babação de ovo que ele queria e, segundo a pesquisa, houve queda de 7% no número de paulistanos que disseram que o prefeito fez menos por seu bairro do que poderia. Até aí tudo bem, já que Haddad também disse na mesma semana que a Folha foi bem filha da puta nas notícias veiculadas sobre o Programa De Braços Abertos durante sua gestão. Acontece que, poucos dias antes, Doria havia compartilhado outra pesquisa do mesmo instituto, considerando confiável o resultado que apontava a maioria da população apoiando as ações na cracolândia. Quer dizer, para Doria, no que diz respeito à cobertura da mídia, se for bonito o filho é seu, se for feio é do vizinho. A matéria completa você confere aqui.

 

Ciclovias

Do início da gestão até o começo de maio, a Prefeitura de São Paulo recebeu 79 pedidos de manutenção em ciclovias. Desses, 71 permanecem em aberto. A estratégia parece bem simples: deixa as ciclovias em situação o mais precária possível e depois envolve a população em mais uma campanha de marketing que as exclui como política de mobilidade urbana viável {{e necessária}} para a cidade.

“Mas ImprenÇa, se tem tantos chamados assim é porque elas foram mal feitas”, alguns dirão. [email protected] leitor/a, quando você instala mais de 400 km de ciclovias na cidade, certamente isto vai gerar necessidade de manutenção. A vida é assim. Ciclovia precisa de pintura, freio de bicicleta com o tempo gasta, panela de pressão tem que trocar o pininho, chuveiro às vezes queima a resistência. Acostumem-se, nada é eterno, até a chama da paixão tem que calibrar às vezes {{Semanal em clima de Dia dos Namorados}}. Leia a notícia inteira neste link.

Saúde

A Prefeitura de São Paulo está distribuindo à população remédios doados por empresas com vencimento próximo. Em troca das doações, as empresas tiveram quase R$ 66 milhões em isenção de ICMS e ainda se livraram dos custos do descarte dos produtos, que ficará todo para a Prefeitura. O Clonazepam, para pacientes que sofrem de epilepsia, por exemplo, estava sendo distribuído a dois meses do vencimento. Este absurdo você encontra neste link.

 

CET Fashion Week

Reduzir a velocidade nas marginais não diminui acidente, gente, esquece isso. O que diminui é melhorar o look dos marronzinhos. Na última quinta-feira (8), João Doria apresentou os novos uniformes dos agentes da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) e dos funcionários das 32 prefeituras regionais da cidade. No caso da CET Fashion Week, a conclusão para Doria é que o novo uniforme “vai melhorar a auto estima dos funcionários”; pro resto da cidade de São Paulo, o máximo que pode acontecer é todo mundo acelerar de vez na marginal de pânico na hora que ver a noiva de Kill Bill. Atropela, São Paulo! Sinta esse estilo todo neste link.

Atropela, São Paulo!

Falando em trânsito, as marginais Tietê e Pinheiros registraram aumento no número de acidentes com vítimas pelo quarto mês consecutivo, desde que João Doria elevou a velocidade nestas vias. Em maio de 2017, foram 144 ocorrências, contra 115 do ano passado, o que representa um aumento de 25%. {{Mas fiquem calmos, agora que foi anunciado o novo look dos marronzinhos tudo vai mudar}}.

O presidente do Cremesp (Conselho Regional de Medicina ) criticou nova ação na Cracolândia realizada neste domingo (11) e disse que o conselho irá fiscalizar atendimento a usuários. Com truculência, a Polícia Militar do Estado, em parceria com a Guarda Civil Metropolitana incendiaram barracas e causaram terror na nova cracolândia, instalada na praça Princesa Isabel desde a ação desastrosa realizada há poucas semanas. Leia aqui.

Mas não para a gestão Doria. Para ele tá tudo bem.

{{não acredite em mim – folha}}

Vai ver que o balanço dele é diferente mesmo…

{{não acredite em mim – folha}}

 

A Nova Cracolândia

O presidente do Cremesp (Conselho Regional de Medicina ) criticou nova ação na Cracolândia realizada neste domingo (11) e disse que o conselho irá fiscalizar atendimento a usuários. Com truculência, a Polícia Militar do Estado, em parceria com a Guarda Civil Metropolitana incendiaram barracas e causaram terror na nova cracolândia e arredores da praça Princesa Isabel. Os usuários estão lá desde a ação desastrosa realizada há poucas semanas.O massacre está neste link.

E o que ocorreu após o novo massacre? Pois é, a mesma coisa de sempre.

{{não acredite em mim – folha}}

Corrupção

A gestão Doria atuou para ajudar empresários a vencerem uma licitação.

 

A gestão teria auxiliado a AMBEV a vencer uma licitação pública. Com qual contrapartida? Pois é, não sabemos, mas podemos ter alguma convicção…

Compatilhar
Share