João Doria ou apenas Doria ou ainda Doria Jr ou simplesmente Juninho. Seja o nome que você prefira, o fato é que nosso vitaminado gestor segue sua escalada social rumo à prefeitura ZERO na cidade de São Paulo.

Mas, tudo acaba bem se começa bem, não é verdade? E se a candidatura de juninho cada dia que passa vira água, as verbas contra enchentes, essas seguem em caixa, com rima e com previsão de enxurradas de críticas à frente. Vamos ao Semanal do Retrocesso Paulistano, em sua semana 44. Haja o que houver, com ou sem cultura, mas sempre em frente, mesmo que em frente haja um muro: porque Doria, meus amigos, não decepciona jamais!

Cultura

Lembram do programa #PorradaLinda?

Pois bem, na ocasião, o cara-Cabeça de Sturm, disse a um ativista que se ele não aceitasse o acordo da prefeitura – que consistia basicamente em fazer marketing gratuito para a prefeitura – ele mandaria fechar o local onde os artistas se reuniam. Pois bem, gestão que é gestão cumpre com a palavra:

Gestão Doria agora quer fechar casa de cultura em que secretário ameaçou ativista

{{não acredite em mim – Rede Brasil Atual}}

 

E como fechar 1 aparato só é coisa de gente incompetente, Sturm agora quer fechar também a UMAPAZ – Universidade Aberta do Meio Ambiente e Cultura de Paz –  é um departamento da Secretaria Municipal do Verde e Meio Ambiente de São Paulo e está ameaçada por uma reforma administrativa, que a descaracteriza e extingue. Bacana, né? Tá rolando um abaixo-assinado para tentar evitar…

Doria quer fechar a UMAPAZ

{{não acredite em mim – Change.Org}}

 

Gestão

Depois de dar uma bronquinha no menino-vice, Juninho resolveu que “a mesma mão que bate é a mão que afaga” e para não deixar Bruno Covas muito #Chateado resolveu criar logo uma secretaria para ele cuidar.

 

 

Porque afinal de contas, Estado mínimo é só quando interessa, né gente? E depois que as viagens começaram a pegar um pouco mal {{culpa desse eleitorado acostumado com um prefeito petista que ia até a prefeitura todos os dias só para fingir que era prefeito}}, Doria resolveu tomar uma atitude. Parar de viajar seria a opção mais óbvia, mas nosso prefeito, a gente já sabe, gosta de inovar:

Doria para de divulgar viagens em sua página no Facebook

{{não acredite em mim – Folha}}

 

E para mostrar toda a eficiência da gestão, Doria fechou um acordo com São Pedro, afim de evitar as enchentes que tanto atormentam a vida dos Paulistanos. Com isso foi possível economizar em 89% os gastos com obras preparatórias:

{{não acredite em mim – Folha}}

Inovar é isso mesmo, buscar soluções de onde as pessoas esperam milagres.

Mobilidade Urbana #AtropelaSP

 

A prefeitura segue divulgando números mentirosos a respeito dos acidentes nas marginais:

A diferença se dá porque a prefeitura só conta registro quando há casos de feridos graves ou óbitos, enquanto a PM contabiliza o óbvio, ou seja, todos os acidentes.

Corrida Eleitoral

{{não acredite em mim – Brasil 247}}

 

As más notícias não param de chegar, quando o assunto é a candidatura presidencial de João Doria Jr. Depois de alguns partidos de direita cogitarem a candidatura de Luciano Huck – aquele narigudo com cara de poucos amigos na foto totalmente excelente de Aécio Neves, o perseguido, na apuração eleitoral de 2014 – Doria saiu com essa:

{{não acredite em mim – Folha}}

 

{{não acredite em mim – Poder 360}}

Corrupção

 

A delação não-premiada do ex-advogado de Fernando Holiday, aliado de João Doria e figura expoente do MBL, afirmou que Doria teria doado cerca de 1 milhão de santinhos não contabilizados pelo Fernando, agora vereador pelo DEM:

Bônus Track

 

Depois de fazer merchan para o Sidney Oliveira, da Ultrafarma, o prefeito-riquinho recebeu o retorno em forma de pílulas do ego. Ou melhor:

O produto está a venda nas piores lojas do ramo.

Compatilhar
Share

É curioso o bastante para falar sobre qualquer assunto e inteligente o bastante para saber que quase sempre estará errado.