O Semanal do Retrocesso Paulistano desta semana está uma beleza! Tem Roda Gigante, tem UPA fantasma, tem, digo não tem transporte escolar! Tem até música dos Tribalistas! Confere aí:

Educação

Nosso gestor, sempre democrático, resolveu informar os contribuintes de que eles perderam a carona dos filhos…

{{não acredite em mim – Rede Brasil Atual}}

Mobilidade Urbana

 

O programa de maior sucesso da gestão Doria, o #AtropelaSP, está bombando!

{{não acredite em mim – folha}}

 

Mas modesto que só ele, nosso gestor afirma que o sucesso do #AtropelaSP não vem de estudos ou de estatísticas… Vem apenas da iluminação divina…

{{não acredite em mim – folha}}

Saúde

A saúde vai muito bem, obrigado.

{{não acredite em mim – Rede Brasil Atual}}]

Só porque a UPA não está pronta a OS que prestará serviços lá vai ficar sem receber? Quanta falta de generosidade desse portalzinho…

 

Gestão

 

E por falar em iluminação…

A gestão Doria, aliás, causou outra iluminação divina… Mas desta vez a iluminação dos divinos do judiciário.

O Ministério Público quer a condenação de Bruno Covas, Julio Semeghini e André Sturm. Tudo porque nossos gestores favoreceram uma agência parceira da AMBEV numa licitação, acredita? MP é petista, todo mundo sabe.

Mas todos os problemas serão resolvidos muito em breve. Até mesmo esses artistas, que vivem do petismo, vão ter a sua hora.

 

Os Tribalistas, Marisa Monte e Arnaldo Antunes acusaram o prefeito de usar sua música sem pagar direitos autorais. É claro que o prefeito tem uma explicação perfeitamente plausível para a confusão… É uma pena que ele não divida essa explicação conosco.

Enquanto isso, a cidade segue linda…

{{não acredite em mim – folha}}

 

{{não acredite em mim – Estadão}}

 

Essa gente só sabe reclamar. Acredita que tem até alguns infelizes reclamando de ruas sem a menor importância que foram fechados pelos amigos do Gestor?

{{não acredite em mim – Estadão}}

 

Mas nada que a vida não resolva sozinha. Doria é que não vai se meter com isso. Há problemas muito maiores. Por exemplo, qual o objetivo de uma privatização? Em tese, encher o caixa da prefeitura, certo? Bem…

{{não acredite em mim – folha}}

 

Mas sem problemas, o gestor segue com a popularidade lá em cima!

 

Tá tudo tão bem na cidade de São Paulo que ele resolveu até fazer…

UMA RODA GIGANTE!!!!!!!!!!!!!!