A primeira aparição internacional de Jair Messias Bolsonaro se deu em Davos, na Reunião Anual de 2019 do Fórum Econômico Mundial. Apesar disso, o Presidente eleito preferiu fugir da imprensa, fazer um discurso vazio e aproveitar os holofotes para um populismo barato. 

Jair Bolsonaro fez o discurso de abertura do Fórum Econômico Mundial. Para isso foi separado inicialmente 45 minutos, posteriormente reduzido para 30 minutos. Para a surpresa da imprensa internacional, o Presidente se recusou a dar entrevistas – no Brasil já é hábito de Bolsonaro mas curiosamente não causa espanto na imprensa nacional. O discurso foi marcado pela superficialidade e ausência de questões críticas à economia nacional. Com frases genéricas como “O Brasil ainda é uma economia relativamente fechada ao comércio internacional, e mudar essa condição é um dos maiores compromissos deste Governo”, o discurso levantou inclusive contradições de seu próprio governo, como a questão dos acordos ambientais e o agronegócio.

Veja como foi a repercussão internacional:

Inscreva-se em nossa Newsletter

Inscreva-se em nossa Newsletter

Não perca nenhum conteúdo. Não se preocupe, seu e-mail não será repassado a ninguém.

Obrigado, sua inscrição foi feita!

Compartilhar

Compartilhe esse artigo!